DicasPreparação e Prática

Como deixar a bicicleta mais leve para pedalar

A questão do peso da bicicleta é sempre um tópico quente entre os entusiastas do ciclismo. Afinal, uma bicicleta mais pesada pode tornar as subidas mais desafiadoras, diminuir a velocidade e impactar negativamente no desempenho em competições. É comum se perguntar como tornar a bicicleta mais ágil e leve para pedalar.

Existem diversos fatores que influenciam no peso da sua bike, tornando-a mais leve ou mais pesada. Trouxemos uma série de dicas práticas para você fazer os ajustes necessários em seu equipamento e elevar a sua performance. Venha conosco nessa jornada!

Peso da bike x Performance

O tema do peso da bicicleta é uma questão sempre em voga entre os aficionados por MTB (Mountain Bike) e ciclismo de estrada. O princípio que sustenta essa preocupação é simples e direto.

Naturalmente, uma bicicleta mais leve permite movimentos mais ágeis e rápidos, o que se traduz em maior velocidade e facilidade ao enfrentar subidas e obstáculos.

No entanto, é importante salientar que reduzir o peso da magrela não é o único fator a ser considerado. Aspectos como transmissão de potência, durabilidade, precisão e robustez também são cruciais e não devem ser negligenciados em prol da leveza.

Assim, antes de focar unicamente no peso total da sua bicicleta, é essencial identificar quais componentes contribuem para esse peso. As peças móveis, por exemplo, são mais facilmente substituíveis, permitindo uma redução de peso de maneira eficiente.

Alguns desses componentes incluem rodas, câmaras de ar, coroas, trocadores, câmbios, canotes, selins, cassetes, correntes, garfos e quadros.

O material de fabricação desses itens é o que determina se são mais leves ou pesados, variando entre aço, carbono, ferro, alumínio, entre outros.

O que mais influencia no peso da bike

Se você questionar a maioria dos ciclistas, muitos apontarão o quadro como o grande responsável pelo peso adicional de uma bicicleta. Contudo, essa percepção não condiz com a realidade! O componente que realmente exerce a maior influência no peso é a roda. Isso ocorre porque ela é formada por diversos elementos (como pneu, câmara de ar, fita, raios, disco de freio e cubo) e cada um contribui com seu próprio peso para o conjunto.

A combinação do peso desses componentes afeta diretamente a qualidade rotacional – essencial para a funcionalidade de uma bicicleta. Por exemplo, após aplicar os freios, há uma pequena demora até que se recupere a velocidade inicial. Se as suas rodas forem mais pesadas, esse intervalo para retomar a velocidade será prolongado, impactando negativamente na sua performance. Por outro lado, com rodas leves, a perda de embalo é minimizada e a velocidade é recuperada de forma mais ágil.

A importância de uma bike leve

Mas, será que possuir uma bicicleta superleve é realmente tão crucial? Isso varia! Para quem pedala ocasionalmente e vê o ciclismo mais como um hobby, o peso da bicicleta talvez não seja um elemento tão determinante. Nesses casos, é mais vantajoso ter uma bicicleta de boa qualidade do que uma extremamente leve.

No entanto, para atletas que competem em MTB, em competições que exigem habilidade e rapidez em trilhas, contar com uma bicicleta leve pode ser decisivo para o sucesso e melhoria dos resultados.

Como deixar a bicicleta mais leve para pedalar

Ok, você está competindo e chegou a conclusão que a sua bike pesada está impedindo que você ganhe mais performance e tenha resultados melhores. Então, como deixar a bicicleta mais leve para pedalar? Basta seguir nossas dicas!

Quadro

Embora o quadro não seja o componente mais pesado de uma bicicleta, conforme mencionado, ele tem um papel significativo no peso total. Se você está no processo de adquirir uma nova bicicleta, é essencial considerar o peso do quadro. Ou, caso já possua uma, ponderar a substituição do quadro por um feito de material mais leve pode ser uma boa estratégia.

Os materiais comumente utilizados para quadros incluem:

  1. Fibra de carbono: conhecida como o padrão-ouro para bicicletas leves, oferece excelente performance, mas tem a desvantagem de ser mais delicada. As bicicletas de corrida, triátlon, e de estrada de alto desempenho geralmente são fabricadas com esse material;
  2. Titânio: superando o aço em resistência e leveza, representa uma escolha de alta qualidade, especialmente para bicicletas MTB e de estrada;
  3. Alumínio: forte e leve, é o material mais comum em quadros de bicicletas, embora possa não ser a opção ideal para competidores que buscam a máxima eficiência;
  4. Aço: extremamente durável, era o material de escolha antes da busca intensificada pela redução de peso nas bicicletas.

Rodas

Dado que as rodas são o componente que mais impacta no peso da sua bicicleta, elas merecem uma atenção especial. Investir em rodas mais leves é uma opção mais acessível do que substituir o quadro de uma bike mais antiga, e isso pode fazer uma grande diferença para alcançar uma bicicleta significativamente mais leve.

Além da redução de peso, rodas mais leves também contribuem para a melhoria da aerodinâmica. Portanto, considere escolher rodas com menos raios e fabricadas a partir de materiais mais leves. Por exemplo, você pode optar por rodas de fibra de carbono, rodas tubulares, ou rodas aero para aprimorar tanto a performance quanto a eficiência da sua bicicleta.

como deixar a bicicleta mais leve para pedalar

Pedivela

Optar por pedivelas com uma única coroa é uma estratégia eficaz para diminuir o peso da bicicleta. No entanto, essa escolha resulta em uma redução no número de marchas disponíveis.

Se você deseja manter a mesma variedade de marchas enquanto reduz o peso, uma boa alternativa é adicionar uma marcha extra no cassete traseiro. Isso permite que você ajuste a performance sem comprometer a versatilidade do seu equipamento.

Guidão

Um guidão aerodinâmico pode ser um excelente aliado para melhorar seu desempenho nas pedaladas. Os modelos feitos de fibra de carbono ou projetados especificamente para aerodinâmica, como os usados em triátlons, não apenas reduzem o peso geral da sua bicicleta, mas também ajudam a amortecer as vibrações nas mãos ao pedalar em estradas irregulares.

Contudo, é importante estar ciente que a fibra de carbono, apesar de leve e eficiente, é um material mais delicado. Em caso de acidentes, há um risco maior de o guidão acabar quebrado. Portanto, avalie bem as condições de uso e o tipo de percurso antes de optar por um guidão de fibra de carbono.

Pneus e câmaras

As rodas podem se tornar ainda mais leves com o uso de câmaras de látex ou outros modelos mais leves. No entanto, é importante ressaltar que as câmaras de látex são mais finas e, por isso, têm maior susceptibilidade a furos.

Quanto aos pneus, eles também contribuem significativamente para o peso total. Modelos como os Grand Sports da Continental, que pesam aproximadamente 270 gramas para pneus de 25c, são uma opção robusta. Para quem busca uma alternativa ainda mais leve, apesar de mais cara, o Grand Prix 4000 ii pesa apenas 205 gramas, oferecendo uma redução de quase 65 gramas por roda, o que pode fazer uma diferença considerável no desempenho geral da bicicleta.

Itens não essenciais

Há diversos acessórios que podemos adicionar à nossa bicicleta que, embora úteis, podem aumentar seu peso. Itens como alforjes, faróis, para-lamas, bombas e refletores são alguns exemplos. No entanto, é crucial lembrar que muitos desses acessórios são essenciais para a segurança. Portanto, se você planeja pedalar à noite ou em condições menos ideais, é preferível optar por uma bicicleta mais segura em vez de simplesmente mais leve. Priorize sua segurança sempre, especialmente em situações de baixa visibilidade ou em percursos desafiadores.

Outros pontos

Alguns ciclistas profissionais vão ao extremo de remover até a pintura das bicicletas para economizar um pouco de peso. Eles também adotam manoplas minimalistas, acabamentos diferenciados nos trocadores de marcha e até utilizam graxas mais leves para garantir uma redução adicional.

Roupas aerodinâmicas são outro fator que contribui significativamente para aumentar a velocidade, otimizando a performance.

Além dessas modificações, perder peso pessoal também pode ser benéfico, pois não adianta muito ter uma bicicleta super leve se o peso corporal estiver acima do ideal, certo?

Importante também é o treinamento eficaz. Mesmo com uma bicicleta extremamente leve, a força e resistência do ciclista são cruciais para facilitar subidas e aumentar a velocidade geral. Priorizar um bom condicionamento físico é essencial para tirar o máximo proveito das características técnicas da bicicleta.

Agora já sabe como deixar a bicicleta mais leve para pedalar? Contribua com este post: deixe outras dicas nos comentários e ajude os colegas ciclistas!

Artigos relacionados
AtletasPreparação e PráticaSaude e Bem-Estar

Muita dor no ombro direito de ciclistas: O que pode ser?

O ciclismo é um esporte que atrai milhões de entusiastas em todo o mundo, oferecendo uma incrível…
Leia mais
DicasEsporte e FitnessMTBPreparação e Prática

Veja 5 dicas valiosas para quem quer praticar o mountain bike

Uma das modalidades mais tradicionais do ciclismo é o mountain bike. Conhecida pelas subidas…
Leia mais
Preparação e PráticaSaude e Bem-Estar

Esporte e bem estar: 5 benefícios do ciclismo para a saúde

Deixar o sedentarismo de lado pode ser um desafio para quem não está acostumado a tirar alguns…
Leia mais

7 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *