DicasManutenção de BikePasso a Passo

Consertos de bicicletas em casa: Veja algumas dicas

Freios desgastados, peças não lubrificadas ou mesmo os aros da roda tortos: uma bike com problemas aumenta o risco de acidentes e pode afastar você de vez do ciclismo. Por conta disso, os consertos de bicicletas são fundamentais e devem ser realizados imediatamente.

Para quem possui uma certa aptidão, alguns consertos de bicicletas podem ser feitos de maneira autônoma, em casa. Mas, nem todos! Algumas falhas, por questão de segurança, devem ser resolvidas sempre por um profissional, em uma oficina especializada em bike.

Neste artigo, falaremos sobre o assunto, mostrando quais ferramentas são essenciais ter em casa e os reparos que você pode fazer sozinho. Além disso, vamos mostrar alguns erros que você não deve fazer na hora de iniciar nos consertos de bicicletas.

Consertos de bicicletas: quando é possível fazer?

Imagine que um parafuso importante está frouxo na sua bike e que, durante um movimento na estrada, ele acaba se soltando. Os riscos de um acidente grave é muito grande. Portanto, manutenção deve ser sempre prioridade quando tratamos de consertos de bicicletas.

Nada substitui a experiência profissional

Pequenos reparos na bicicleta podem ser feitos sem problemas. No entanto, o discurso é diferente quando os contratempos com a bike são mais graves ou em áreas de extrema complexidade. Somente um especialista será capaz de avaliar quais ajustes devem ser feitos e a melhor forma de realização deles.

Aliás, quem é amador no assunto, não deve subestimar o fato de que o consertos de bicicletas requer muita experiência e prática de um profissional. Se erros forem cometidos no momento da reparação, os riscos aumentam.

Sem contar que, em alguns casos, são necessárias ferramentas especiais e habilidades extras para resolver de vez o problema.

Consertos de bicicletas: erros que devem ser evitados

Muito se fala sobre qual bike comprar ou a melhor peça para se adquirir. Porém, precisamos também focar no assunto de como manter a sua bicicleta. Isso porque a ação do tempo é crucial quando falamos dela. Ainda mais se o seu uso é intenso.

Confira abaixo alguns erros que devem ser evitados por quem está começando no ciclismo:

– Lavar a bicicleta com a mangueira em alta pressão.

– Usar ferramentas inadequadas.

– Fazer uso de lubrificantes e graxas inadequados.

– Colocar muita força ao trabalhar com as peças.

Lubrificar de maneira exagerada a corrente.

– Desmontar alguma peça sem saber como ela funciona.

– Não verificar periodicamente o desgaste da corrente.

– Montar pedais, pneus ou mesmo rolamentos ao contrário.

Checklist: ferramentas e materiais que você deve ter em casa

Antes de apresentarmos quais itens você terá sempre na sua caixa de ferramentas, vale falar sobre uma das principais habilidades necessárias. Uma boa capacidade manual é um requisito sempre útil e que ajudará a garantir as melhorias.

Quem gosta de andar de bicicleta, sempre deve ter um estoque de ferramentas e algumas peças simples de reposição. Fazem parte de uma boa caixa de ferramentas básica:

– Bomba de ar.

– Câmaras de ar.

– Materiais para a reparação dos pneus.

– Chaves Allen.

– Chaves Torx.

– Chave de fenda.

– Chave de pedal.

– Chave de torque.

Há quem goste também de utilizar cavaletes para fazer determinados trabalhos de reparação. Se você também acha mais confortável ter a bike em uma posição mais alta, invista em um.

Pequenos consertos de bicicletas que você pode fazer sozinho

consertos de bicicletas que você pode fazer sozinho

Alguns reparos é possível que você faça em casa, de maneira autônoma, apenas com as ferramentas básicas. Confira abaixo algumas reparações simples:

– Lubrificação da corrente e demais peças.

– Troca das pastilhas de freio.

– Retoques na pintura da bicicleta.

– Reparação da câmara de ar.

– Troca dos pneus.

Quem é mais experiente e compreende melhor sobre mecânica de bike e seus desdobramentos, consegue realizar também outros tipos de consertos:

– Ajustes na corrente.

– Reparo de rolamentos.

– Centralização correta das rodas.

– Ajustes nos pedais.

– Reparos no guidão.

Veja abaixo alguns dos serviços mais comuns que podemos fazer sozinhos:

Trocar pneu furado

Um buraco, um pedaço de vidro ou mesmo outros tipos de materiais afiados na estrada podem causar a perfuração do pneu. Neste caso, é preciso se certificar se realmente existe um furo ou se a válvula se abriu parcialmente.

Vire a bicicleta de cabeça para baixo, tire a roda e depois a câmara. Desinfle ela e depois tente com a bomba inserir o ar. Com o ouvido apurado, tente escutar o som do vento, em caso de furo. Se nada acontecer, encha o tanque com água e insira a câmara lá dentro.

Se a câmara estiver furada, será possível ver pequenas bolhas saindo da área perfurada. Seque a câmara e utilize o selo de remendo no furo. O ideal é colocar algo pesado para fazer pressão no local por até 10 minutos.

Endireitar uma roda e substituir raios

Pode acontecer com o passar do tempo que alguns raios da roda se soltem. Isso é bem comum! E a melhor forma de intervir é utilizando uma ferramenta para colocar ela novamente em seu lugar.

Vire a roda, verificando em quais pontos ela se aproxima mais da superfície dos freios. Com uma chave, aperte as porcas do lado oposto.

Se ao invés dele ter se soltado, ele realmente quebrar, basta desmontar o raio partido e substituir ele por um outro, de igual comprimento.

Que tal aprender mecânica básica de bike?

Como você viu, é possível sim realizar, de modo autônomo, alguns reparos nos consertos de bicicletas. No entanto, é sempre bom evoluir quando o assunto é conhecimento.

Algumas organizações que lidam com bike, oferecem cursos básicos de mecânica de bicicleta gratuitos ou por preços acessíveis. As aulas podem ser realizadas presencialmente ou à distância.

Essa pode ser uma ótima oportunidade de você compreender alguns dos princípios básicos. Assim, caso aconteça algo durante o treino, você saberá como lidar.

Quem possui o  seguro do Bike Registrada  não precisa se preocupar com isso. É que todos os planos oferecem a assistência 24 horas, danos materiais na bicicleta durante a pedalada ou transporte, gastos com conserto ou substituição em caso de acidentes.

Gostou? Faça agora mesmo uma cotação online do seu seguro de garanta a tranquilidade que você merece no seu pedal.

Imagens: Egor Myznik Tim Foster (Unsplash)

Artigos relacionados
ComponentesManutenção de Bike

Guia completo de discos de freio a disco para bicicletas: Tudo o que você precisa saber

Os discos de freio a disco transformaram a forma como ciclistas de todas as modalidades controlam…
Leia mais
DicasManutenção de BikeModelos de Bicicleta

Guia completo de bicicletas dobráveis leves

As bicicletas dobráveis têm ganhado espaço no mercado por sua praticidade e versatilidade…
Leia mais
Dicas

Bicicletas dobráveis usadas: Vantagens e cuidados ao comprar

As bicicletas dobráveis têm se tornado uma escolha popular para quem vive em cidades grandes. Elas…
Leia mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *