DicasPreparação e PráticaSegurança do Ciclista

Peças falsas de bike: Realidade para se prevenir

Desde o início da pandemia, o mercado de bicicletas tem vivenciado um crescimento significativo, mas junto com ele, os desafios do setor também aumentaram. Mais do que os roubos e furtos, existe uma ameaça ainda mais sorrateira e perigosa: as peças falsificadas de bicicletas. Este é um tema crucial sobre o qual você precisa estar bem informado. Seja chamadas de réplicas, produtos de “primeira linha” ou piratas, esses componentes são problemáticos. Quando o assunto é pirataria no universo ciclístico, a sua segurança fica seriamente comprometida.

Neste post, vamos explorar como algumas peças falsas podem ser enganosamente semelhantes às originais, discutir os principais perigos de utilizar esses itens piratas e oferecer dicas para você evitar ser vítima desses golpes. Continue lendo para se proteger!

Peças falsas de bikes: Como a indústria da pirataria chegou a esse nível

Se até um Rolex falso pode ser facilmente confundido com um genuíno, o mesmo se aplica às peças de bicicletas. A indústria da pirataria torna itens normalmente caros acessíveis para o público em geral. Contudo, como diz o provérbio, “o barato pode sair caro”.

É importante reconhecer que as fábricas que produzem peças e acessórios falsificados para bicicletas são eficientes. E por eficientes, queremos dizer que possuem equipamentos modernos, funcionários — muitas vezes trabalhando em condições degradantes — e a capacidade de distribuir globalmente.

Essas empresas se dedicaram a estudar minuciosamente os produtos líderes do mercado de bicicletas e agora são capazes de replicar até mesmo peças usadas em competições com alta precisão.

Para que você tenha uma ideia da qualidade das réplicas que essas falsificadoras de peças de bicicleta conseguem alcançar, confira as imagens a seguir:

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Just Bikes – São João del Rei (@justbikesjdr)

Créditos: Instagram/Justbikesjdr

Quais são os riscos de comprar peças falsas de bicicleta?

Colocadas as fotos à mesa, se você já usou, usa ou pensa em usar uma peça falsa, deve saber que há muitos riscos envolvidos nisso.

Não há garantia

Peças falsas de bicicleta não têm garantia, exceto se o vendedor, seja ele uma loja física ou online, operar exclusivamente com esses produtos e se comprometer a substituir um item danificado por outro igualmente falso.

Se você considerar reclamar sobre defeitos nessas peças, é importante entender que as próprias peças falsas são um defeito contínuo, desde o início até o fim.

Risco de acidentes graves

Peças falsas não passam pelo escrutínio, análise e testes de profissionais altamente qualificados antes de chegarem à sua bicicleta. Elas são fabricadas e vendidas como saem das máquinas, sem qualquer controle de qualidade adicional.

Instalar tais peças em sua bicicleta e utilizá-las pode resultar em riscos significativos de acidentes graves. Imagine a situação de pedais ou pedivelas que se quebram enquanto você desce uma estrada de terra ou asfalto em alta velocidade. É um risco que você definitivamente não vai querer correr.

Não ter o serviço de instalação

Se você prefere fazer compras online, encontrar uma maneira rápida de instalar uma peça falsa de bicicleta pode ser desafiador. As opções incluem:

  • Instalar a peça você mesmo em casa, desde que possua as ferramentas e o conhecimento necessário;
  • Levar para uma bicicletaria local, onde provavelmente irão cobrar um preço muito acessível pela instalação;
  • Pedir para um amigo realizar a instalação para você.

Por outro lado, uma loja de bicicletas de qualquer nível de qualidade se recusará a instalar a peça assim que identificar que é falsa. Um bom mecânico sempre avaliará as peças antes de instalá-las, especialmente se não foram adquiridas na própria loja.

Perder seu dinheiro

Ao final, você acaba perdendo seu dinheiro e muito tempo entre comprar uma peça falsa de bicicleta, correr para instalá-la e ainda enfrentar o risco de que ela se quebre a qualquer momento — e isso pode acontecer logo no primeiro passeio.

Então, realmente vale a pena comprar uma peça falsa?

Peças falsas de bike, trocador de marchas

Por dentro das réplicas perigosas

As réplicas perigosas de peças de bicicleta constituem um sério desafio para os ciclistas e para o setor. Elas são meticulosamente desenhadas para se parecerem com as peças originais, o que torna extremamente difícil distinguir entre o genuíno e o falso. Essa similaridade é um dos principais fatores que aumentam o risco para os usuários.

A habilidade dessas peças falsas em replicar a aparência e, às vezes, até a sensação das originais é preocupante. Desde componentes mecânicos, como pedais, correntes e freios, até partes estruturais, como quadros e garfos, as réplicas são feitas para enganar até os mais experientes.

Contudo, apesar da aparência convincente, existem problemas críticos por trás dessa fachada que colocam as peças como um risco significativo para os ciclistas. A qualidade e os materiais empregados nas réplicas não alcançam os padrões de segurança e desempenho das peças legítimas.

A falta de garantia de qualidade e de testes rigorosos faz com que estas peças estejam propensas a falhas catastróficas. Elas podem ser estruturalmente frágeis, menos duráveis e inadequadas para uso intenso, elevando seriamente os riscos para a segurança do ciclista.

A resistência e confiabilidade das peças falsificadas são substancialmente inferiores às das originais, aumentando a possibilidade de acidentes. A instabilidade desses componentes pode causar quebras súbitas durante o pedal, particularmente em situações de alta velocidade ou em terrenos desafiadores.

Além disso, as réplicas não passam pelos mesmos testes e certificações que asseguram a conformidade com as normas de segurança, comprometendo a integridade estrutural das bicicletas. Isso expõe os ciclistas a riscos de colisões ou falhas mecânicas inesperadas, podendo resultar em lesões graves ou mesmo fatais.

Portanto, apesar da semelhança visual, é vital estar ciente dos perigos associados às réplicas de peças de bicicleta. Investir em peças originais certificadas e comprá-las em lojas de confiança é crucial para assegurar a segurança, o desempenho e a integridade da bicicleta, mantendo assim uma experiência de pedal segura e protegida.

O barato que sai caro

As ofertas tentadoras de peças falsificadas para bicicletas podem parecer vantajosas financeiramente no curto prazo, mas, a longo prazo, os prejuízos financeiros são consideráveis e podem se transformar em uma verdadeira dor de cabeça para os ciclistas.

Embora o custo inicial mais baixo possa ser atrativo, a durabilidade e confiabilidade dessas peças falsificadas são notoriamente inferiores às das originais. Com o tempo, esses componentes tendem a falhar ou quebrar, exigindo substituições frequentes.

A qualidade inferior dessas peças resulta em uma menor resistência ao desgaste, acelerando o desgaste comparado com peças autênticas. Isso leva a substituições constantes, elevando os custos a longo prazo para manter a bicicleta em bom estado e segura.

Além disso, comprar peças falsificadas muitas vezes significa não ter acesso a garantias ou políticas de devolução ou troca. Se uma peça falhar, é improvável que o comprador consiga reembolso ou suporte do fabricante.

Outro risco envolve danos adicionais à bicicleta. Componentes de baixa qualidade podem afetar outras partes da bicicleta, resultando em reparos mais extensos e custosos. Assim, o que parece uma economia inicial ao adquirir peças falsificadas pode resultar em despesas maiores para reparar ou substituir outras peças danificadas.

Adicionalmente, o uso de peças falsificadas pode anular a garantia da bicicleta, levando a custos adicionais caso surjam problemas com outras partes do veículo.

Portanto, mesmo que pareça haver uma economia inicial na compra de peças falsificadas, os custos a longo prazo podem ser substanciais. Investir em peças originais certificadas pode custar mais no momento da compra, mas se traduz em economia a longo prazo, além de garantir a segurança, durabilidade e funcionamento adequado da bicicleta.

Como evitar cair em golpes e comprar peças falsas?

Para evitar dores de cabeça insuportáveis que aparecem rápido quando se compra, sem saber, uma peça falsa de bicicleta, você deve ter diversos cuidados.

Comprar apenas de sites confiáveis

Não economize tempo na pesquisa por peças para sua bicicleta. Pode levar horas, dias ou até semanas, mas antes de finalizar a compra, certifique-se de que o site é confiável. Aqui estão algumas dicas rápidas para ajudá-lo a evitar problemas:

  • Verifique as redes sociais da loja para observar se há publicações recentes que demonstram atividade e interação com os clientes;
  • Analise o histórico do site para entender sua trajetória e reputação no mercado;
  • Consulte o Reclame Aqui para verificar se existem reclamações e, principalmente, se foram resolvidas de forma satisfatória;
  • Confira a política de trocas e devoluções do site, verificando se oferecem meios rápidos de resolução de eventuais problemas;
  • Certifique-se de que o site é seguro — procure pelo ícone de um cadeado ao lado da URL na barra de pesquisa, indicando uma conexão protegida;
  • Cheque os parceiros comerciais da página, como Google, Shimano, Sram, entre outras grandes marcas, o que pode indicar a confiabilidade da empresa.

Seguir esses passos pode ajudar a garantir que você faça uma compra segura e evite dores de cabeça com peças falsificadas ou problemas de entrega.

Exigir nota fiscal

Apesar de o sistema de impostos no Brasil encarecer os produtos, ele traz uma vantagem importante: assegurar que a mercadoria possua uma procedência rastreável. Isso significa que as peças vêm de fornecedores que são obrigados a declarar a origem dos produtos ao governo local.

Portanto, peças falsas de bicicleta geralmente são produtos de contrabando ou desvios de rota, que raramente passam por processos de fiscalização, seja no local de embarque ou no ponto de desembarque. Esse contexto destaca a importância de se verificar a procedência das peças para evitar comprar itens ilegais ou de origem duvidosa.

Conferir lojas com serviços autorizados das marcas

Certifique-se de que a loja, seja física ou virtual, onde você planeja comprar suas peças é autorizada por grandes marcas. Por exemplo, a Shimano, uma renomada companhia japonesa com presença global, oferece assistência aos clientes que adquirem peças falsas e as levam a uma loja credenciada.

Além disso, a autorização por essas grandes marcas indica que a loja vende produtos originais da empresa em questão. Dessa forma, torna-se menos provável adquirir uma peça falsa de um lojista certificado.

Desconfiar de preços muito atrativos

Preços mais baixos são frequentemente um atrativo do comércio eletrônico em comparação com lojas físicas. No entanto, vale lembrar que “quando a esmola é demais, o santo desconfia”.

Valores significativamente abaixo da média praticada pelos principais varejistas podem levantar suspeitas sobre a autenticidade do produto. Portanto, tenha cautela ao se deparar com preços muito baixos, pois eles podem estar escondendo peças falsas.

Checar números de série de peças

Todas as peças originais são numeradas quando saem das linhas de produção — como os quadros de bicicleta, que possuem números logo abaixo do movimento central.

Esse padrão existe para possibilitar o rastreamento de cada uma das milhões de peças fabricadas e exportadas globalmente. Assim, se um lote apresentar defeitos graves ou recorrentes, basta levar a peça ao lojista, que a encaminhará ao fabricante ou distribuidor para substituição.

Já as peças falsas não possuem esses números, eliminando qualquer possibilidade de troca, reembolso ou garantia.

Além disso, peças numeradas, como os quadros, são essenciais para certos serviços, como o registro e o seguro da Bike Registrada.

O sistema de registro gratuito de bicicletas considera a bike como sua a partir desses códigos. E, com os números do quadro registrados no aplicativo da Bike Registrada, aumentam as chances de recuperar uma bicicleta roubada.

Portanto, sem um número no quadro, você nem conseguirá contratar um seguro para sua bike.

Por último, sempre preste atenção nos detalhes das peças, seja visualizando pelo seu celular, tablet ou computador, ou pessoalmente. As peças falsas de bicicleta apresentam nuances que até mesmo profissionais experientes do mercado têm dificuldade em identificar o que é falso e o que é original. Fique atento e evite cair em armadilhas.

Você já teve problemas com peças de bike falsas ou conhece alguém que passou por isso? Compartilhe sua experiência nos comentários abaixo!

Artigos relacionados
Segurança do CiclistaSeguro Bike RegistradaSeguro de Bicicleta

Dicas para escolher um seguro de Bike

Contar com um seguro de bike é uma ótima escolha para ciclistas profissionais, amadores e…
Leia mais
CriançasPreparação e PráticaSaude e Bem-Estar

Qual é a melhor bicicleta infantil? Confira 4 modelos incríveis

Para pais ciclistas, é o mais lógico querer compartilhar desde cedo com os filhos aquilo que dá…
Leia mais
Segurança do CiclistaSeguro Bike RegistradaSeguro de Bicicleta

Seguro de acidente pessoal Bike Registrada como funciona?

A Bike Registrada traz uma grande novidade para o universo do ciclismo do Brasil. Além de oferecer…
Leia mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *