Segurança do Ciclista

Colisão entre automóvel e bicicleta: O que fazer?

Eficientes, sustentáveis e acessíveis, as bicicletas estão se tornando cada vez mais presentes no cotidiano dos brasileiros. Anteriormente vista principalmente como uma opção de lazer, hoje, especialmente nas grandes cidades, ela está sendo adotada também como uma alternativa de transporte. Contudo, enfrentamos um desafio: a infraestrutura urbana ainda não está totalmente adaptada para acolher os ciclistas de forma segura, elevando o risco de acidentes entre carros e bicicletas.

A questão da mobilidade urbana e a harmonização entre os diferentes meios de transporte é um campo em que estamos avançando gradualmente. No entanto, ainda há motoristas que mantêm práticas de condução inadequadas e distantes do ideal defensivo.

Apesar desses obstáculos, é fundamental que o ciclista assuma uma postura proativa, pilotando com a máxima atenção e sempre buscando prevenir possíveis conflitos no trânsito, em defesa da própria segurança e do bem-estar coletivo.

Colisões mais frequentes

Conhecer os tipos mais comuns de batidas entre veículos e bikes pode ajudar a evitar acidentes. Confira alguns:

  • Um veículo que não percebe a presença do ciclista e cruza a rua, virando à direita.
  • O próprio ciclista, que, sem olhar para trás, vira à esquerda e cruza a rua enquanto um veículo que se aproxima.
  • Em uma via de mão dupla, quando o veículo no sentido contrário resolve fazer um cruzamento, enquanto o ciclista está em movimento reto.
  • Um veículo que colide com um ciclista durante a manobra de estacionamento.
  • A repentina abertura da porta do lado do motorista que, não olhou pelo retrovisor e, portanto, não percebeu a aproximação do ciclista.

Sabendo previamente como acontecem algumas destas colisões, fica mais fácil tentar preveni-las.

Saiba o que fazer em caso de colisão entre automóvel e bicicleta

colisão entre automóvel e bicicleta

Apesar de apresentar um bom equilíbrio, a bicicleta pode ser bastante instável devido ao seu design de duas rodas. Um simples solavanco pode ser suficiente para causar uma desestabilização, levando a acidentes que podem resultar em lesões leves ou até mesmo em consequências mais sérias.

Dessa forma, é essencial manter-se sempre vigilante para prevenir uma colisão. No entanto, se o acidente ocorrer, é importante saber como agir corretamente.

1 – Mantenha a calma

Lembre-se, sua vida é o mais importante. Respire profundamente e tente manter a calma; isso ajudará você a avaliar melhor se sofreu alguma lesão ou fratura após a queda.

2 – Registre a placa do veículo

No trânsito, infelizmente, nem todos assumem suas responsabilidades. Se o motorista tentar fugir ou fornecer informações falsas, ter o número da placa facilitará encontrá-lo. Anote no celular, tire uma foto ou, se necessário, memorize associando os dígitos a nomes ou situações familiares.

3 – Contate as autoridades

Chamar a polícia ou os bombeiros imediatamente pode resolver a situação mais rapidamente e assegurar a proteção de todos. Em acidentes com feridos, as próprias autoridades acionarão o socorro médico necessário.

DOCUMENTAÇÃO IMPORTANTE:

Em qualquer acidente com vítimas, deve-se emitir o Boletim de Registro de Acidentes de Trânsito (BRAT) para documentar o ocorrido. Caso não seja possível no local, você ainda pode registrar um Boletim de Ocorrência na delegacia mais próxima. Com um desses documentos, será mais fácil reivindicar seus direitos.

NÚMEROS ÚTEIS:

Salve no seu celular:

  • Polícia Militar – 190
  • Bombeiros – 193
  • Polícia Rodoviária Estadual – 198
  • Polícia Rodoviária Federal – 191

4 – Contate alguém próximo

É sempre bom contar com o apoio de amigos e família. Informe alguém sobre o acidente e os passos que seguirá. Se precisar ir ao hospital ou à delegacia, uma pessoa de confiança poderá cuidar da sua bicicleta enquanto você resolve outras questões.

5 – Diálogo com o motorista

A responsabilidade pelos danos não deve recair apenas sobre você. Converse civilizadamente com o motorista, evitando discussões. Troque informações de contato com ele.

6 – Documente tudo o que puder

Registre o máximo de detalhes do acidente, dentro de suas capacidades. Tire fotos e faça vídeos do local, da bicicleta e do carro envolvido. Anote os contatos de testemunhas, pois seus depoimentos podem ser cruciais em um processo judicial.

7 – Procure atendimento médico se necessário

Qualquer mal-estar, mesmo leve, pode indicar um problema sério. Após uma queda significativa, é prudente ir ao hospital para exames completos. Lesões internas, como hemorragias, podem não ser imediatamente aparentes devido à adrenalina, mas são potencialmente graves.

EXAME DE CORPO DE DELITO

Realizado pelo Instituto Médico Legal (IML), este exame detecta vestígios de violência e contribui para a documentação de lesões que evidenciam um crime contra a vida. Apresentar os resultados dos primeiros exames feitos no hospital pode acelerar o processo.

Você é segurado da Bike Registrada? Nosso papo é outro!

seguro da Bike Registrada foi pensado exclusivamente para ciclistas profissionais, amadores e esportivos que procuram andar de bicicleta com mais segurança. E é claro que, em situações como essa de colisão entre automóvel e bicicleta, a Bike Registrada estará junto com você.

De acordo com a sua apólice, em caso de acidente, basta acionar o seguro e imediatamente será providenciado o transporte, o reboque e os reparos da sua bike.

FICOU INTERESSADO?

A Bike Registrada possui dois produtos que cobrem todo o território nacional e oferecem uma cobertura ampla em caso de acidente ou quebra, transporte, reboque e assistência 24h por dia. São eles: o Bike Ativo e o Bike Performance. Para fazer uma cotação online e saber mais sobre ambos os produtos, visite a página do Seguro Bike Registrada.

Colisão entre automóvel e bicicleta: como evitar?

Alguns hábitos são simples e podem evitar problemas futuros, principalmente uma colisão entre automóvel e bicicleta. Confira nossas dicas!

  • Regra de ouro: use sempre capacete.
  • Evite distrações como o uso de fones de ouvido enquanto pedala.
  • Prefira usar roupas que despertem atenção enquanto pedala.
  • Nunca pedale na contra-mão. Os ciclistas também devem respeitar as leis de trânsito.
  • Diminua a velocidade quando houver chuva ou áreas com o chão molhado.
  • Evite pedalar próximo ao meio fio.
  • Nunca dispute espaço com ônibus, carro ou moto, forçando uma situação.
  • Tente sinalizar o máximo as suas intenções no trânsito.
  • Nunca utilize o celular enquanto pedala.
  • Faça regularmente uma manutenção na sua bike. Falhas mecânicas e falta de sinalização noturna podem causar acidentes.

Seguro Bike Registrada: companheiro para todas as horas. Faça já uma cotação online e veja como é fácil e barato pedalar tranquilo por aí!

Artigos relacionados
DicasSegurança do Ciclista

Por que uma bicicleta revisada é importante para sua segurança?

Pedalar de forma segura é fundamental para você evitar acidentes durante o percurso, seja em…
Leia mais
Roubo de BikeSegurança do CiclistaSeguro Bike RegistradaSeguro de Bicicleta

Tudo o que você precisa saber sobre seguro de bike

De uns tempos para cá, um número cada vez maior de pessoas começou a descobrir o universo…
Leia mais
Segurança do CiclistaSeguro Bike RegistradaSeguro de Bicicleta

Seguro de bike: Indenização ou reposição? Qual é o melhor?

Para quem faz da bicicleta o seu próprio estilo de vida, um simples passeio é um verdadeiro…
Leia mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *